Desempenho térmico de edifícios residenciais em clima temperado: o efeito de grandes áreas de envidraçados

Márcia Cristina Pereira Tavares

Resumen


RESUMO (Original de Pesquisa)

Este artigo apresenta os resultados de um estudo experimental com medições in realizadas durante dois anos consecutivos (2007-2009) nas estações de Verão e de Inverno sobre um grupo de 22 apartamentos localizados em diferentes edifícios residenciais na cidade de Lisboa (Portugal). Estes edifícios apresentam algumas características em comum, sendo a principal relacionada com a área de envidraçado presente na envolvente exterior comparativamente com a construção mais tradicional. Trata-se de edifícios residenciais construídos após a primeira Regulamentação Térmica dos Edifícios em Portugal (1990) com presença de uma ou mais fachadas envidraçadas em mais de 60%.

Através das várias medições efetuadas (situações verificadas sob condições reais) foi possível verificar o comportamento térmico de unidades situadas em edifícios com tais características (grandes áreas de envidraçados) sendo apresentado neste estudo um conjunto de informações descritivas e visual, as quais permitem verificar a influência e o efeito de diferentes parâmetros; bem como a caracterização do desempenho geral deste grupo de edifícios (sobretudo perante outros construídos no século XX).

Desta forma este estudo pretende auxiliar e alertar os profissionais nas tomadas de decisões ainda numa fase inicial de projeto, principalmente no que diz respeito a edifícios residenciais com grandes áreas de envidraçados em clima temperado.

Palavras-chave: desempenho térmico; análise experimental; edifícios residenciais; áreas de envidraçados; clima temperado.


Texto completo

Refbacks

  • No hay Refbacks actualmente.


Licencia de Creative Commons
Esta obra está licenciada bajo una Licencia Creative Commons Atribución-NoComercial 2.5 Argentina .

AMBIENS. Revista Iberoamericana Universitaria en Ambiente, Sociedad y Sustentabilidad. Publicación de la Alianza de Redes Iberoamericanas de Universidades por la Sustentabilidad y el Ambiente (ARIUSA).ISSN en línea 2346-9269

http://www.ariusa.net revista.ambiens@gmail.com