Olhando para o cérebro dos aprendentes: reflexões para um desencantamento imagético na educação/ Gazing through Learners ́ Brain: Reflections for a Pictorial Disenchantment in Education [Dossier: Ciencia y difusión en la era de las imágenes del cerebro]

Ricardo Lugon Arantes, Claudia Rodrigues de Freitas

Resumen


Resumo:As práticas escolares têm sido protagonistas na produção de demandas que capturam crianças dentro de um circuito biomédico de exames neurológicos. A penetração das neurociências na educação está relacionada às expectativas hiperbólicas em relação às imagens cerebrais no atual contexto socioeconômico dos países ocidentais. A cerebralização da educação e a crescente padronização de seus processos vêm enfraquecendo as práticas de artesania que possibilitam um olhar singular para sujeitos aprendentes. Discutimos o “neuroabuso” do prefixo neuro- e o reducionismo do ensinar-aprender para o cognitivo-cerebral. Partindo de uma breve revisão da história dos exames de imagem desde o século XIX e uma discussão sobre a semiótica das imagens cerebrais, problematizamos o encantamento produzido pelas imagens que desvelam o interior do crânio.

 


Texto completo

Refbacks

  • No hay Refbacks actualmente.


Licencia de Creative Commons
Esta obra está licenciada bajo una Licencia Creative Commons Atribución-NoComercial 2.5 Argentina .

Cultura Psi. Revista del Centro de Investigaciones Sociales del Instituto de Desarrollo Económico y Social. ISSN en Línea 2313-965x. Aráoz 2838 (C1425DGT), Buenos Aires, Argentina. Tel: (54 11) 4804-4949. Fax: (54 11) 4804-4949 http://saberespsi.ides.org.ar/ editor@culturaspsi.org